Posts Tagged 'Ipea'

Certificados de participação na Code estão disponíveis

code_carrossel

Estão disponíveis para acesso e impressão os certificados de participação da 3ª Conferência do Desenvolvimento (Code/Ipea), evento que foi realizado simultaneamente à 1ª Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional (CNDR), do Ministério da Integração Nacional, de 18 a 22 de março de 2013. As conferências reuniram cerca de 3 mil pessoas no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, para um amplo debate sobre o desenvolvimento regional, que contou com representantes de todas as Unidades da Federação. Para acessar seu certificado, tenha em mãos a senha de inscrição na conferência (enviada por e-mail no ato da inscrição) e clique aqui.

As duas primeiras edições nacionais da Conferência do Desenvolvimento ocorreram em 2010 e 2011, ambas também em Brasília. O evento foi concebido como uma oportunidade para que o público em geral – e não apenas acadêmicos e especialistas – possa conhecer e discutir temas abordados em estudos e publicações do Ipea. Para mais informações sobre a conferência, entre em contato conosco pelo e-mail code@ipea.gov.br.

Anúncios

Sistema Nacional de Inovação é debatido na Code

130402_mesa_inovacao

Flavia Schmidt, do Ipea: “Desenvolvimento tecnológico de um país necessita de sistemas de inovação capazes de responder às demandas das empresas, do governo e da sociedade”

“Um dos fatores categóricos para o desenvolvimento tecnológico de um país é a existência de um sistema nacional de inovação capaz de responder às demandas das empresas, do governo e da sociedade por conhecimento, tecnologia e inovações”, defendeu a técnica de Planejamento e Pesquisa do Ipea Flavia Schmidt, durante mesa de debate na 3° Conferência do Desenvolvimento, realizada nesta semana, em Brasília.

Flávia observou que, apesar de a produção tecnológica ter avançado no Brasil, ainda está estagnada comparada com o resto do mundo. De acordo com a técnica, as instituições de pesquisa do MCTI, atores estratégicos do sistema nacional de CT&I, dão uma contribuição fundamental para o desenvolvimento científico e tecnológico do país, mas a sociedade e o governo conhecem pouco sobre as características e competências de cada uma dessas instituições.

“Não há reconhecimento da associação entre o desenvolvimento econômico e a produção cientifica e tecnológica”, complementou a diretora de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação, Regulação e Infraestrutura (Diset) do Ipea, Fernanda De Negri.

A última edição do Boletim Radar, publicação da Diset, reúne sete artigos que discutem o Sistema Nacional de Inovação e Infraestrutura de CT&I no Brasil. O boletim aponta que no país uma das prioridades da política de CT&I adotada na última década foi a recuperação, consolidação e ampliação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica.

Com a criação dos fundos setoriais e a reestruturação do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), o governo federal deu um novo impulso aos investimentos na infraestrutura física e laboratorial, bem como na compra de equipamentos para universidades, institutos e centros públicos de pesquisa. Estes investimentos promoveram tanto projetos individuais como projetos coletivos de redes envolvendo universidades, centros de pesquisa e empresas. Existe uma grande aposta nos sistemas de inovação, com a ideia de unir as instituições e as universidades.

Confira o Boletim Radar n° 24

Apresentação de Fernanda De Negri, diretora de Estudos e Políticas Setoriais de Inovação, Regulação e Infraestrutura do Ipea

Apresentação de Flavia de Holanda Schmidt, técnica de planejamento e pesquisa do Ipea

Apresentação de Jose Eustáquio Ribeiro Vieira Filho, técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea

Painel sobre crescimento e distribuição de renda abre 1ª dia da CODE

code_carrossel

Nesta terça-feira, dia 19, o primeiro painel temático da 3ª Code, cujo tema é Crescimento com Distribuição de Renda: a experiência internacional e o caso brasileiro, está marcado para as 14h30, na sala Novo Mundo, do Centro de Eventos Brasil 21.

O debate contará com as presenças do presidente do Ipea, Marcelo Neri; do secretário-executivo-adjunto da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), Antonio Prado; do secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Henrique Barbosa Filho; do professor do Instituto de Economia da Unicamp Júlio Sergio Gomes de Almeida; e Regis Bonelli, do IBRE/FGV-RJ.

Ainda no primeiro dia, outro painel irá discutir Segurança Pública e Desenvolvimento no Brasil. A ideia é debater os avanços e as restrições no caminho de um país mais seguro, o papel da pactuação social e política, e das inovações na segurança pública.

Participam da mesa o secretário-executivo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Lima; o diretor de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia do Ipea, Daniel Cerqueira; a secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, Regina Maria Filomena de Luca Miki; e o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Espírito Santo, André Albuquerque Garcia.

Confira a programação completa do 1º dia da Conferência do Desenvolvimento (19/03)

9h00 – 12h00 – Solenidade de abertura
14h30 – 18h30 – Minicurso: Indicadores sociais desagregados por região
14h30 – 18h30 – Minicurso: Introdução à mensuração da desigualdade
14h30 – 16h30 – Painel: Crescimento com Distribuição de Renda: A Experiência Internacional e o Caso Brasileiro
14h30 – 16h30 – Mesa: Desafios e alternativas para a ampliação da participação social na gestão de políticas de desenvolvimento
16h30 – 18h30 – Painel: Segurança Pública e Desenvolvimento no Brasil
16h30 – 18h30 – Mesa: O renascimento de uma potência? A Rússia no século XXI.

Inscrições para a Code terminam hoje

code_carrossel

O prazo de inscrição para quem quer participar da terceira edição da Code/Ipea termina hoje! O evento ocorrerá no período de 19 a 21 de março, no Centro de Eventos Brasil 21, em Brasília, e tem vagas limitadas.

Mais uma vez o público terá a oportunidade de discutir os principais temas relacionados ao desenvolvimento do Brasil em atividades que incluem painéis, mesas e minicursos. Este ano, o evento tem a parceria do Ministério da Integração Nacional, que realizará a Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional (CNDR) paralelamente à Code.

As inscrições para as atividades da 3ª Code são gratuitas. Entre no site da Conferência e garanta sua vaga. Ainda dá tempo!

Minicursos da Code abordarão indicadores sociais e mensuração da desigualdade

Imagem

(Crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

A 3ª Conferência do Desenvolvimento oferecerá gratuitamente dois minicursos voltados para a área social, que serão ministrados por pesquisadores da Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc).

O minicurso Indicadores sociais desagregados por região, que terá 55 vagas, tangenciará a forma como o Ipea calcula os indicadores sociais, bem como as alternativas de desagregação espacial, que as bases permitem. Também será possível aprender sobre onde obter os dados e as necessidades tecnológicas para as pessoas calcularem seus próprios indicadores.

Em Introdução à mensuração da desigualdade, serão abordados alguns axiomas básicos, parada de pen, curva de Lorenz, Gini e medidas Lorenz-compliant. São 121 vagas para este minicurso.

Inscreva-se e garanta sua vaga!

Livro sobre quilombos será lançado na 3ª Code

Na 3ª Conferência do Desenvolvimento (Code) o Ipea fará o lançamento do livro Quilombos das Américas : articulação de comunidades afrorrurais, que aborda de forma sucinta os resultados da primeira edição do Projeto Quilombos das Américas: Articulação de Comunidades Afrorrurais.

A obra traz uma síntese dos marcos legais internacionais de direitos humanos e de combate ao racismo e promoção da igualdade racial. O panorama geral sobre os casos estudados é complementado por comentários sobre marcos legais dos contextos nacionais. Também contém questões sobre cada território pesquisado, tendo como norte os eixos de historiografia, de identidade e territorialidade e de soberania alimentar, da apresentação de dados sobre a população negra e afrorrural em cada contexto nacional.

O livro é resultado de trabalho feito em parceria do Ipea com a Secretaria de Políticas de promoção da Igualdade Racial (Seppir), Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Ministério das Relações Experiores (MRE-Itamaraty), Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Fundação Cultural Palmares (FCP), Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (Iica), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), ONU Mulheres, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Secretaria Geral Ibero Americana (SEGIB).

Inscreva-se para o lançamento!

Desenvolvimento das metrópoles em debate

Para a 3ª Conferência do Desenvolvimento (Code/Ipea), a Diretoria de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais (Dirur), programou o painel Otimização da Governança Metropolitana como Propulsor do Desenvolvimento Regional.

A proposta é discutir de que maneiras o conceito de Desenvolvimento Regional pode ser aplicado às metrópoles brasileiras, para que elas se beneficiem de maneira significativa da resolução de conflitos e entraves institucionais no âmbito intra-metropolitano.

A metrópole concentra oferta de serviços de alta hierarquia, conjunto de inovações, criatividade e capital, capazes de emitir efeitos positivos que atinjam espaços mais amplos e, portanto, que permitem inserção regional qualificada na dinâmica nacional e global. Contudo, as maiores demandas por habitação e saneamento adequados também estão concentradas nessas cidades, devendo ser aí atendidas, sob pena de sofrerem consequencias provenientes de agentes externos à cidade, e que possam prejudicar seu território.

Assim, metrópoles com capacidade institucional, economia pujante e ambiente urbano adequado devem contar com ferramentas mais eficazes para contribuírem com a região na qual se inserem.

Os debatedores do painel serão a professora doutora Ana Lúcia Britto, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e os pesquisadores do Ipea Bernardo Alves Furtado e Cleandro Krause.


Ipea no twitter

Insira seu email e receba atualizações por email.

Junte-se a 34 outros seguidores