Conferência do Desenvolvimento chega a Sergipe

Palestrantes ressaltam a importância de minimizar o desequilíbrio econômico entre as regiões

Cerimônia de abertura da Code Sergipe (Foto: Victor Ribeiro/Seplag-SE)

A Universidade Federal de Sergipe (UFS) sediou na quarta-feira (26/10) a abertura da Conferência Nacional de Desenvolvimento Regional, uma parceria do Ipea, Ministério da Integração Nacional e governo de Sergipe, com a coordenação da Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

Representando o governador, o secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, Oliveira Júnior, ressaltou o esforço de busca do equilíbrio entre as regiões brasileiras. “Hoje, já se sabe que as diferenças socioeconômicas foram reduzidas, mas sempre se faz necessário repensar as estratégias diante de novos contextos. E, para tanto, reunimos os principais segmentos representativos, como a atividade produtiva, sociedade acadêmica e governo para que, juntos, possamos contribuir para a nova política nacional”, afirmou. Segundo ele, é preciso pensar no crescimento nacional como um todo.

O superintendente do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Luiz Gonzaga Paes Landim, representante do Ministério da Integração Nacional, fez um resgate histórico e reconheceu que as desigualdades regionais de hoje são resultado do berço do Brasil: o processo de colonização. “Desde a época do pau brasil, as atividades econômicas tinham como foco o mercado internacional e não a integração nacional dos mercados regionais. Depois, com a ascensão do neoliberalismo na década de 1980, o mercado era foco das decisões políticas nacionais. A seguir, chegou o abandono das políticas de planejamento e de desenvolvimento regional”, disse.

Em seguida à abertura, o professor do departamento de Economia da UFS e assessor econômico do governo de Sergipe, Ricardo Lacerda, falou sobre o contexto nacional de desenvolvimento: “As desvantagens em infraestrutura que o Nordeste tem em termos de rodovia, ferrovia e aeroportos são grandes fatores desse desequilíbrio econômico. A região tem que apostar firmemente em sua integração, e políticas que têm que prever importantes investimentos nessa estrutura. E argumentos do tipo de que não existem demandas prévias para isso não são bons argumentos porque cristalizam as diferenças regionais”.

A Code Sergipe é uma primeira etapa de um conjunto de conferências para discutir as três grandes premissas que orientarão a nova política sobre desenvolvimento regional do governo federal: dimensão de política nacional; perfil de política de Estado; e abordagem das desigualdades regionais em múltiplas escalas. Em sintonia com o método de discussão governamental, a etapa estadual se constitui em um momento de reflexão, avaliação e aprofundamento das discussões sobre desenvolvimento regional no Estado.

Os objetivos do evento são a formulação de princípios e diretrizes para uma nova política regional brasileira; a constituição um espaço de deliberação, divulgação, difusão e diálogo federativo e social acerca de temas e políticas de desenvolvimento regional; a contribuição para a elevação da nova política à condição de política de Estado; a indicação de conexões para a interação entre as políticas de desenvolvimento regional e as demais políticas públicas; a promoção do fortalecimento da cooperação e uma maior aproximação com os demais entes federados, academia e sociedade; e o lançamento das bases para a constituição de mecanismos de governança regional nos estados.

Anúncios

0 Responses to “Conferência do Desenvolvimento chega a Sergipe”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ipea no twitter

Insira seu email e receba atualizações por email.

Junte-se a 34 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: