Uma em cada 4 pessoas em Serra de Santana/RN são extremamente pobres

Indicadores socioeconômicos do estado foram debatidos na Code

Técnico do Ipea Sandro Pereira Silva aborda dados sociais do RN (Foto: Alex Gurgel)

A taxa de pobreza extrema do Rio Grande do Norte é de 12% — menor que a taxa do Nordeste (17,2%) , mas acima da média nacional (9,4%). No município de Serra de Santana, o percentual aumenta para 23,9 pontos, o que equivale a uma pessoa miserável (com renda mensal per capita abaixo de R$ 70) em cada quatro. Os dados foram apresentados nesta terça-feira, 11, pelo técnico do Ipea Sandro Pereira Silva, que participou do painel Desigualdades regionais e critérios de elegibilidade, durante a I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional do RN.

Em relação à taxa de homício entre jovens do sexo masculino, Sandro alertou para o crescimento considerável do número de mortos no estado. A taxa de 25,8% em 2000 aumentou para 91,7%, em 2010, um crescimento anual de 13,5%.

Quanto à urbanização, o Rio Grande do Norte ainda possui uma parcela considerável residente na área rural. Segundo o Censo de 2010, a taxa de urbanização do estado é de 77,8%, enquanto a média nacional é de 84%. No Litoral Nordeste, uma microrregião do RN, apenas um terço da população vive na área urbana.

O técnico ressaltou que no aspecto econômico, apesar do estado possuir renda domiciliar per capita (R$ 531) e renda média do trabaho (R$ 951) acima das rendas do Nordeste ( R$ 458 e R$817, respectivamente) , está ainda bem abaixo da média nacional ( R$766 e R$1.256).

Confira os slides da apresentação.

Participação social

Já no painel Governança, Participação Social e Diálogo Federativo, o técnico do Ipea Raimer Rezende debateu os avanços das instituições participativas no Brasil. Citou uma pesquisa do Ipea que enumera os principais temas abordados nas conferências nacionais (68% políticas sociais, 13% desenvolvimento econômico, 11% infraestrutura e 8% garantia de direitos).

O evento, que acontece até esta quarta-feira em Natal, reúne cerca de 300 participantes da sociedade civil, setor empresarial, academia e poder público a fim de debater e indicar princípios e diretrizes para uma nova Política Nacional de Desenvolvimento Regional.

Anúncios

0 Responses to “Uma em cada 4 pessoas em Serra de Santana/RN são extremamente pobres”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ipea no twitter

  • @paulocbastos Muito obrigado por compartilhá-lo com a gente! Excelente artigo! 👏👏👏 10 hours ago
  • É importante promover o debate contemporâneo sobre a elaboração e a implementação de políticas públicas para a democratização da água. 11 hours ago
  • Essas e outras questões são abordadas no livro O Direito à Água como Política Pública na América Latina: uma exploração teórica e empírica 11 hours ago
  • A seca prolongada e a atual crise hídrica nos chamam a atenção para o direito humano à água! O que significa a exis… twitter.com/i/web/status/9… 11 hours ago

Insira seu email e receba atualizações por email.

Junte-se a 34 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: