RN debate desenvolvimento do estado durante Code

A Conferência iniciou-se nesta segunda-feira e reuniu 300 pessoas

Painel de abertura da Code RN (Foto: Alex Gurgel)

“O desafio que se impõe é pensar em um modelo de desenvolvimento em que se alternem políticas que diminuam a desigualdade social com políticas que se voltem exclusivamente para a redução de desigualdades regionais como contraponto”. Foi com este argumento que o diretor de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais do Ipea, Francisco de Assis Costa, iniciou o debate durante a abertura da I Conferência Estadual do Desenvolvimento Regional do Rio Grande do Norte, nesta segunda-feira, 10, em Natal.

“Refletir o futuro do processo de desenvolvimento do país passa pela compreensão do contexto das desigualdades regionais”, afirmou o diretor, que ressaltou a urgência de reduzir a pobreza nas diversas regiões do país.

Representando a Secretaria Geral da Presidência da República, Joana Zylbersztajn defendeu que a participação social não é só um dever, mas o melhor método da gestão da política, em especial, da regional. Já o Secretário Adjunto de Desenvolvimento Econômico do estado, Silvio Torquato Fernandes, ressaltou a importância de atuar em parceria frente aos desafios do governo do RN, como a construção do aeroporto internacional São Gonçalo do Amarante, do estádio Arena das Dunas, a instalão de indústrias em vários municípios e o programa Import RN.

Também participaram da mesa a presidenta da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte, Amara Sales, o professor Marcos Vínicios Duarte Sampaio, representante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), o presidente do DNOCS/MI, Emerson Fernandes, o representante da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Miguel Nery, e a presidenta da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), Bernadete Cordeiro.

As atividades vão até quarta-feira, 12. Nesta terça, ocorrerão os painéis e os grupos de trabalho sobre os quatro eixos temáticos: Governança, participação social e diálogo federativo; Financiamento do desenvolvimento regional; Desigualdades regionais e critérios de elegibilidade; Transversalidade – vetores de desenvolvimento regional sustentável. Ao final, serão definidos princípios e diretrizes para a nova Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR).

Anúncios

0 Responses to “RN debate desenvolvimento do estado durante Code”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Ipea no twitter

Insira seu email e receba atualizações por email.

Junte-se a 34 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: